A Borra de café como fertilizante natural para sa plantas do jardim

Borra de café: cinco usos que podem ajudar as plantas do jardim

Fonte: http://www.ecycle.com.br/

Conheça cinco dicas para dar um destino mais eficiente e sustentável às sobras do café

O café é uma das bebidas preferidas dos brasileiros, afinal, somos o segundo maior consumidor desse estimulante no mundo. Mas além de delicioso, o café também é um ótimo fertilizante para a terra, pois torna o solo mais fértil, rico em nutrientes, contribuindo para o bom desenvolvimento das plantas. Abaixo, listamos cinco fins que você pode dar para a borra do café, que, quando jogada no lixo, se decompõe e libera metano, gás cujo efeito é 20 vezes mais potente que o CO2 no desequilíbrio do efeito estufa (veja mais aqui). Com essas simples atitudes, portanto, você dará uma cara mais bonita ao seu jardim sem agredir o meio ambiente. Confira:

Na fertilização

A borra de café oferece nutrientes importantes para o solo, porém é mais rica em carbono, nitrogênio e matéria orgânica. Para a fertilização, não é aconselhável colocá-la direto no solo, pois o processo de decomposição dessa matéria orgânica irá consumir nitrogênio, assim, perde sua função de fertilizante. Então, uma alternativa para impedir a decomposição é balancear esses nutrientes ao misturar a borra com outros fertilizantes ou adubos que possuam nitrogênio e sejam mais ricos em potássio e fósforo, como farinha de sangue, farinha de ossos e esterco de animais. Se preferir, pode substituir por casca de frutas, legumes e ovos triturados, deixando fermentar por aproximadamente 60 dias e então aplicar no solo.

Outra forma de usar a borra de café como um fertilizante, mais suave, pode ser misturar (apenas a borra de café) com água, com a proporção de 100 gramas de borra de café para um litro de água.

Além de tornar as plantas mais produtivas, a reutilização do café protege, pois é um grande repelente para certos tipos de larvas, caracóis e lesmas e também elimina bactérias e outros micro-organismos danosos ao solo. Para isso polvilhe um pouco da borra de café na base das plantas;

Na compostagem

Com a borra de café adicionada à pilha de compostagem, esta emanará um cheiro mais ameno, ficará mais quente e conservará a umidade. Para maior eficácia, é recomendável adicionar folhas secas, que evitam o mau cheiro, e serragem, para reduzir a umidade (veja mais sobre compostagem aqui);

Como repelente de pragas

Ao usar o repelente químico é preciso considerar que, embora eficaz no combate às pragas, ele tem uma sobrevida maior na terra, pode matar outros insetos que são benéficos para a plantação, além de prejudicar a qualidade da planta. Para evitar esses transtornos, uma boa opção é utilizar a borra de café como repelente, principalmente se você mesmo tiver moído o café – ele se torna ainda mais efetivo no combate às pragas;

Para atrair minhocas

Minhocas adoram borras de café. Por isso, além de grãos de café, adicione restos de alimento e serragem. Desse modo, você convidará uma leva de minhocas para o seu jardim, o que o deixará mais rico em termos nutritivos. Dica preciosa: as minhocas adoram borras de café antigas. O cheiro de fermentação e de mofo é o preferido delas;

Na mudança ou alteração do solo

Se você estiver pensando em construir ou aumentar um canteiro ou ainda em consertar alguma seção do seu jardim, a borra de café é uma boa pedida. O solo e a terra devem ser misturados numa proporção de 50/50. Após efetuar a mistura, espere aproximadamente 60 dias para plantar alguma semente ou vegetal.