A diferença entre adubo orgânico e químico

A diferença entre adubo orgânico e químico

Os elementos presentes no solo causam grande diferença no crescimento e desenvolvimento das plantas. É necessário uma quantia mínima de azoto, fósforo e potássio. Facilmente se chegou à conclusão de que a adição de tais macronutrientes essenciais, garantem o melhor desenvolvimento das plantas. Foi então que a fórmula NPK (azoto, fósforo e potássio) passou então a ser comercializada como adubo. A adubação é a prática agrícola que tem como objetivo recuperar ou conservar a fertilidade fornecendo adubos ou fertilizantes ao solo.

Através desta prática pretende-se compensar a carência de nutrientes e proporcionar o desenvolvimento adequado das culturas vegetais. Adubar uma planta significa, assim, fornecer-lhe todos os elementos indispensáveis para o crescimento saudável, sendo para isso necessário conhecer as necessidades gerais dos vegetais e as necessidades específicas de cada espécie que se pretende cultivar.

Grupos de fertilizantes

A adubação pode ser feita de diferentes formas, sendo nomeada de adubação no solo, adubação por rega e adubação foliar. De uma forma geral, as plantas necessitam de um vasto conjunto de elementos para um correto desenvolvimento. Enquanto as plantas retiram do ar o carbono, o oxigénio e o hidrogénio, os restantes devem estar disponíveis para as plantas a partir do solo, pelo que os adubos ou fertilizantes fornecem os restantes elementos que se podem dividir em dois grupos.

O primeiro grupo é formado pelos chamados macronutrientes, que devem ser disponibilizados com alguma frequência, englobando o azoto (N), fósforo (P) e potássio (K). No segundo grupo encontram-se os micronutrientes que, embora não exijam aplicações tão frequentes, desempenham um papel muito importante no crescimento das plantas. Cada um dos elementos de uma a adubação NPK é de uma importância vital para as plantas.

adubo horta

Adubos químicos e orgânicos

Os adubos podem ser divididos em dois tipos: os adubos químicos e os adubos orgânicos, dependendo da sua composição, sendo que todos os elementos referidos anteriormente são encontrados em ambos os tipos de adubo. A adubação com produtos químicos é geralmente excessiva em relação à capacidade de absorção das plantas, pelo que devem ser aplicados rigorosamente de acordo com as instruções.

Correndo o risco de uma superdosagem na aplicação destes produtos, os nutrientes em excesso não absorvidos pelas plantas podem provocar efeitos indesejáveis, como alterar a comunidade biótica do solo e serem lixiviados para os cursos de água superficiais ou aquíferos. Por exemplo, o azoto é facilmente transportado pela água da chuva, podendo provocar eutrofização, ou seja, crescimento excessivo de algas e outros micro-organismos aquáticos, devido ao excesso de nutrientes, levando ao consumo excessivo de oxigénio, o que pode por em risco a vida em meios aquáticos.

No caso dos fertilizantes orgânicos, estes apresentam um nível de segurança maior em relação a possíveis excessos, pois estes são absorvidos de forma gradual e controlada pelo solo e pela planta, consoante as suas necessidades. Os adubos orgânicos são libertados lentamente, podendo a sua ação não ser tão imediata, mas em compensação têm ação prolongada, acompanhando as diferentes fases de crescimento das plantas, fazendo com que estas tenham uma quantidade mínima de nutrientes constante, favorecendo também a formação e estruturação da microflora do solo.

A oferta ao nível de adubos e substratos orgânicos é cada vez maior, encontrando-se disponíveis produtos específicos para vários tipos de plantas e culturas.

A sua utilização tem vindo a aumentar, nomeadamente em agricultura biológica e em locais de maior proximidade como os jardins, que, por serem locais onde habitualmente as crianças gostam de brincar, a sua ingestão, muitas vezes provocada pela curiosidade natural dos mais pequenos não representa perigo de maior, ao contrário dos produtos químicos cujos efeitos podem ter consequências bastante graves para a saúde.

Fonte: http://www.cativanatureza.com.br/