Ervas para equilibrar o ciclo hormonal feminino, mantendo fertilidade e promovendo mais saúde, energia e equilíbrio emocional

Plantas e Ervas para as Mulheres
(em desenvolvimento)
Ervas para equilibrar o ciclo hormonal feminino, mantendo fertilidade e promovendo mais saúde, energia e equilíbrio emocional

 – Chá do fruto Bakula, folha de franboesa, folha de goiabeira, casca da raiz de Algodoeiro (Gossypium herbaceum), folha de figo, folha de tanchagem, flores de roma, cavalinha

– Mil-em-rama secas, Bolsa de Pastor, urtiga, canela (pouca), (adicione 1/8 de uma colher de sopa de pimenta-caiena), pé de leão,

– Licorice (Glicirriza Glabra)

– vitex (agno casto), inhame mexicano, Cohosh-preto (Cimicifuga racemosa – reduz LH, manten FSH), Inhame-selvagem ou inhame mexicano (Dioscorea villosa – até no máx 0,5g por dia de extrato seco ),   Angelica sinensis – Ginseng Feminino (Dong quai – China), ginseng siberiano (Eleutherococcus senticosus)

oregano, polvilho (tapioca),

As vitaminas A, K, C, E, Ácido fólico (vitamina B9 ou folato), óleo de linhaça , D3, cobre, zinco e iodo, arroz integral, frutas vermelhas, pera, cenoura, oleo de oliva, semente de linhaça, alfafa, trevo, lentilha, grao dico,

………

Ervas para Mulheres – Ervas p/ equilíbrio Feminino:

Editado de http://www.terapiadecaminhos.com.br/ (Iára Vieira)

Plantas para a saúde feminina. Lembrando que não se descuidem das visitas ao ginecologista, dos exames preventivos e das mamografias periódicas. A Medicina Preventiva é sempre melhor.

Agoniada

Indicação: para inflamações, congestões do útero e ovários, para cólicas menstruais, suspensões menstruais, menstruação irregular, dolorosa e difícil, irritabilidade ocasionada pela TPM, ansiedade, histeria; tem ação anti-inflamatória sobre o útero, e é usada para corrimentos.

Dose: chá das cascas, 5 gramas das folhas em 1 litro de água fervente.  Indicação de até 3 xícaras diárias do chá morno até à cura.

O chá pode ser utilizado para lavagens vaginais e banhos de assento.

Chá das flores em cataplasma nos seios auxilia e estimula a amamentação.

Também pode ser utilizada em Tintura Mãe.

Contra indicação: Gestação e período de amamentação, e não utilizar em crianças.  O uso prolongado pode levar à esterilidade.  Em doses elevadas é tóxica.

Barbatimão

Indicação: para corrimentos vaginais, hemorragias uterinas, flores brancas, feridas no colo do útero, gonorréia, catarro uretral e vaginal, candidíase.

Dose: 1 colher das de sopa das cascas para 1 litro de água morna para lavagens vaginais e banhos de assento.

Também pode ser utilizada em Tintura Mãe.

Para uso interno, 20 gramas da casca em 1 litro de água, de 3 a 5 xícaras por dia.

Contra indicação: Gestação e período de amamentação.  Há relato de que as sementes sejam tóxicas.

Unha de Gato

Indicação: modula o sistema imunológico estimulando e fortalecendo, é estimulante do útero, indicada na candidíase, herpes, doenças urinárias, diurética, para os rins, gonorréia, reumatismo, dores articulares, irregularidade menstrual, tumores, hemorragias, inflamação da vagina.

Também pode ser utilizada em Tintura Mãe.

Dose: chá da casca da raiz, 1 grama da casca para 250 ml de água; tomar 1 xícara, 3 vezes ao dia.

Contra indicação: mulheres grávidas ou que estejam amamentando, crianças menores que 4 anos; pacientes com ou a receber transplantes de órgãos, enxertos de pele, terapia de imunossupressão, usuários de hipotensores, enfermidades auto-imunes, esclerose múltipla e tuberculose.

Efeitos colaterais: pode provocar diarréia, alterar a consistência das fezes e provocar náusea moderada.

Uxi amarelo

Indicações: miomas (caroços), cistos nos ovários, infecção urinária, inflamação uterina, na prevenção do câncer, reumatismo.

Dose: utilizada em Tintura Mãe.

Contra indicação/Efeitos colaterais: não há relatos na literatura de contra indicações, efeitos colaterais, nem de causar dependência.

Associado à Unha de Gato é extremamente eficaz como anti-inflamatório  para o tratamento do mioma, mas é necessário acompanhamento profissional para o ajuste da dosagem terapêutica.

Ipê roxo

Indicações: aumenta a imunidade do organismo, elimina as toxinas, aumenta a quantidade de glóbulos vermelhos, inflamação do útero e vagina, excelente depurativo do sangue, tem ação antibiótica, propriedade antitumoral, tem ação analgésica, cervicites (feridas no colo do útero).

Dose: indicado em Tintura Mãe; em chá, utiliza-se a entrecasca moída, 15 gramas para 1 litro de água; deixar cozinhar por 5 minutos e  tomar 1 xícara morna, 3 vezes ao dia.

O chá também é utilizado para lavagens vaginais e banhos de assento.

Contra indicação: mulheres grávidas e em período de amamentação; pessoas com hipersensibilidade à planta.

Superdosagem: em doses exageradas pode causar anemia e problemas gastrintestinais.

A utilização e a dose terapêutica devem ser individualizadas, pois “cada caso é um caso”.  As doenças têm descrição clínica comum, mas a forma como a pessoa adoece e convive essa experiência a doença é única.  Portanto, a indicação de qual erva se adéqua melhor à paciente e à doença é fundamental para o processo de regeneração e cura.

uso ginecológico destas plantas; contudo, elas também possuem outras aplicações e indicações terapêuticas. Os banhos e chás de ervas não substituem as consultas periódicas ao ginecologista e a utilização das ervas, para melhor atuação, deve ser feita após resultados de exames preventivos.  Como exemplo, citamos as leucorréias (corrimentos) que têm várias causas, como inflamação, irritação, feridas em colo de útero, doenças sexualmente transmissíveis; assim sendo, para cada causa  uma determinada planta com melhor indicação.

As ervas devem ser evitadas nos três primeiros meses de gestação, na lactação e tem ervas que devem ser evitadas durante toda a gestação.

 Erva de Bugre (também conhecida como Guaçatonga)

Indicação: diurético, emagrecedor, diminuir inchaço (edema) das pernas, auxiliar nos problemas de ovários, estimulante da circulação sanguínea, depurativa (promove a limpeza no organismo),

Dose: chá das cascas do caule tem efeito anti-inflamatório; usado nas duchinhas vaginais, previne inflamações de colo de útero e irritações vaginais; o sumo das folhas é emagrecedor; utilizado no tratamento de herpes, e da sífilis.

Contra indicação: gravidez e aleitamento.

Efeitos colaterais: sensibilidade aos componentes da planta.

Tansagem

Indicação: limpeza das vias respiratórias (para fumantes); é usada em forma de chá como antibiótica, bactericida e anti-inflamatória para infecções nas partes íntimas, em lavagens vaginais e banhos de assento; usada em compressas em dores nos bicos dos seios.

Dose: compressas, banhos e chás, 3 xícaras por dia; também pode ser utilizada sob a forma de tintura.

Contra indicação: a raiz, em excesso, é tóxica.

 

Cordão de Frade

Indicação: usado em casos de retenção de urina, eficaz contra hemorragias uterinas, chás e banhos para acalmar os sintomas da TPM, para as dores reumáticas; é bactericida, sendo recomendado o uso, sob a forma de chá, para lavagens vaginais e banhos de assento.

Dose: banhos, chás – 2 xícaras por dia.

Contra indicação: em pacientes com doenças crônicas do fígado.

Efeitos Colaterais: nos tratamentos prolongados pode causar problemas hemorrágicos devido às cumarinas.

Carobinha

Indicação: em forma de infusão, como diurética, especialmente utilizada no tratamento das afecções urinárias e cutâneas, depurativa, além de externamente ser empregada como cicatrizante; recomendada para banhos de assento, duchas vaginais. Pode ser utilizado em compressas, e em tinturas.

Dose: infusão das folhas, de 1 a 4 xícaras/dia, dependendo do problema

Cavalinha

Indicação: a raiz é diurética, remineralizante, responsável pela redução da flacidez da pele e músculos, principalmente após regimes de emagrecimento; a planta toda é indicada para menstruações excessivas, para tratamento de problemas genitais e urinários, acne, eczemas e feridas.    Compressas, banhos de assento e duchinhas vaginais.

Dose: infuso, 3 xícaras por dia.

Contra indicação: não usar as extremidades floridas.

Efeitos colaterais: não é recomendado o uso por longos períodos.

Malva Rosa

Indicação: acalma os sintomas da TPM e dores no corpo, inflamações da bexiga, da vagina, dos rins, da pele, nas inchações (edemas) das pernas, desinfetante posto sobre feridas e úlceras; faz emagrecer sem prejuízos ao coração.

Dose: compressas, infusão das folhas e tintura.

Contra indicação: não deve ser utilizada por pessoas portadoras de diarréia crônica.

Efeitos colaterais: na dosagem recomendada não produz efeitos colaterais.

Casca de caju

Indicação: é bactericida, indicada nas afecções de útero e irritações vaginais, depurativa, anti-inflamatória, anti-hemorrágica, indicada para menstruação excessiva, duchinhas vaginais e banhos de assentos.

Dose: compressas, infusão das folhas e tintura.

Efeitos colaterais: a castanha em estado fresco pode causar lesões, pois é cáustica.

Aroeira

Indicação: é diurética e emenagoga (provoca a menstruação), é adstringente, indicada para doenças das vias urinárias, anti-inflamatória, antileucorréica.

Dose: chás e uso interno só com acompanhamento terapêutico; banhos de assento e duchinhas vaginais; pode ser utilizada como unguento.

Contra indicação: gravidez e  lactação,

Efeitos colaterais: a planta (folha e casca) pode causar manifestações alérgicas na pele, e a ingestão de frutos pode causar vômitos e diarréia.

Ervas para fluxo menstrual intenso:

. Framboesa vermelha

Folhas de framboesa vermelha são benéficas para as mulheres que sofrem de fluxo menstrual intenso. Eles contêm taninos que ajudam a fortalecer os músculos uterinos. Além disso, ela ajuda a reduzir a dor abdominal.

Adicione 1 colher de sopa de folhas de framboesa vermelha secas para um copo de água quente.

Cubra e íngreme por cerca de 10 minutos.

Beber este chá até 3 vezes ao dia.

Comece a beber este chá uma semana antes de seu ciclo e em todo o seu período.

. Pimenta Caiena

Para obter alívio do fluxo menstrual excessivo, você também pode tentar pimenta caiena. Pode ajudar a equilibrar o fluxo de sangue no corpo. Além disso, ajuda a manter o equilíbrio hormonal e aliviar os sintomas de sangramento intenso.

Adicione ½ colher de chá de pimenta de Caiena em pó para um copo de água morna.

Adicione um pouco de mel.

Beba isso 2 ou 3 vezes por dia durante seu ciclo.

Você também pode tomar suplementos caiena uma vez por dia, mas só depois de consultar o seu médico.

. Sementes de coentro

De acordo com a Ayurveda, sementes de coentro podem ajudar a parar os ciclos menstruais pesados. Ela pode ajudar a melhorar o funcionamento uterino e equilibrar os hormônios femininos no corpo.

Adicione 1 colher de chá de sementes de coentro para 2 xícaras de água.

Ferva até que a quantidade reduza pela metade.

Bata, em seguida, adicione um pouco de mel.

Beba-o enquanto ele ainda está quente, 2 ou 3 vezes por dia durante seu ciclo mensal.

 . Canela

Canela é eficaz em reduzir o sangramento menstrual pesado associada à endometriose, miomas uterinos e adenomiose. Esta erva reduz o sangramento, estimulando o fluxo sanguíneo longe do útero.

Além disso, as suas propriedades anti-inflamatórias e anti-espasmódicos ajudar a aliviar as cólicas.

Adicione 1 colher de chá de canela em pó a uma xícara de água quente. Cozinhe por alguns minutos. Adicione o mel e beber duas vezes por dia.

Em alternativa, tomar 3 gotas de tintura de casca de canela, 2 vezes ao dia.

Você também pode tomar 15 a 30 gotas de óleo essencial de canela diluídos em ¼ xícara de água, até 3 vezes por dia.

Siga qualquer um desses remédios apenas durante seu período.

. Confrei

De acordo com ervanários, confrei também é um bom remédio para controlar o sangramento pesado. Esta erva ajuda a contrair os vasos sanguíneos, reduzindo, assim, o sangramento pesado.

Coloque 2 colheres de chá de folhas de confrei em uma xícara de água quente.

Cubra e íngreme por 20 minutos.

Beber uma vez por dia durante sangramento intenso.

. Coma alimentos ricos em ferro

O ferro é um mineral importante para as mulheres a lidar com a menstruação pesada como pode ajudar a prevenir a anemia por deficiência de ferro.

Coma alimentos ricos em ferro como vegetais verde-escuros, leguminosas, sementes de abóbora, gema de ovo, fígado, carne vermelha, passas, ameixas e cereais enriquecidos com ferro.

Você também pode tomar um suplemento de ferro, depois de consultar um médico.

. Magnésio

O magnésio é um mineral vital para equilibrar os hormônios femininos, como o estrogênio e progesterona. Além disso, a menstruação pesada pode ser causada por uma deficiência de magnésio no corpo.

Portanto, comer alimentos ricos em magnésio vai ajudar a controlar o sangramento profuso durante a menstruação.

Coma alimentos ricos em magnésio, como aveia, nozes e sementes, abacate, chocolate escuro, abóbora, abóbora e melancia.
Se optar por um suplemento, consulte o seu médico primeiro.

Plantas para manter por perto:

Lavanda

Útil no tratamento de pele, cicatrizante e regeneradora. Promove profundo relaxamento, aliviando a energia física e mental. Calmante e ansiolítica, favorece o sono e oferece sensação de paz.

Canela

Planta de energia solar, estimulante metabólico, muito útil no alívio de cólicas por soltar os tecidos do endométrio. Trabalha a expressão, rompe limitações e medo. Aumenta a energia vital, diminuindo o cansaço.

Gerânio

Equilibrador hormonal feminino, alivia sintomas da TPM e da menopausa. Muito associado à cura de conflitos internos com a figura materna ou com o feminino. Eficaz contra candidíase. Antioxidante, renova e rejuvenesce a pele, amenizando acne, psoríase, eczemas e rosácea.

Artemísia

Erva da Lua, ligada à Deusa Ártemis, das florestas e da caça. Regula o ciclo menstrual, ameniza cólicas, sintomas de menopausa e quase todas as doenças ligadas ao ciclo feminino. Muito utilizada em partos, por ser estimulante das contrações.

Rosa

Planta muito ligada ao feminino, desperta o amor próprio trabalhando bloqueios ao feminino e ao arquétipo materno. Expande o coração e o interesse para a vida, reduz a agitação e ansiedade. Melhora a produção de colágeno na pele, promovendo rejuvenescimento facial.

Camomila

Age no coração dissolvendo mágoas, o ódio e promovendo a consciência do perdão, afasta pensamentos negativos. Possui propriedades anti-inflamatórias benéficas e para a pele em casos de irritações, alergias, coceiras e picadas de insetos. Melhora o sono e a qualidade dos sonhos.

>> Entendendo as características das plantas / ervas para mulheres – ervas e plantas para reequilibrio hormonal feminino:

Fonte: editado de http://increasemybreast.com/full-list-herbs-help-increathe-full-list-of-herbs-that-increase-breast-sizese-breast-size/

Fito-estrógenos
Fito-estrógenos imitar próprio estrogênio do nosso corpo, e eles são produzidos pelas plantas. É por isso que a sua dieta e os alimentos que você come desempenhar um grande papel na ampliação do peito natural. Alguns dos fitoestrogênios mais poderosas são as isoflavonas e lignanas.

Fito-estrtogens , estimula os estrógenos produzidos naturalmente pelo seu organismo. Esta estimulação do próprio estrogênio do seu corpo vai ajudar o leite dutos ficam maiores, o que levará a um maior tamanho da mama.

Fito-progesterona
Fito-porgestins são progesterones base de plantas. Seu corpo produz naturalmente progesterona ou progestina hormônios, que ajudam a preparar e manter a gravidez, os hormônios sexuais e outros comportamentos. Ambos os alveolas e glândulas mamárias ficar maior devido à progesterona, o corpo produz.

Androgens
Os andrógenos são conhecidos como as hormonas do sexo masculino, que são produzidos pela testosterona. Você precisa de ervas que são consideradas anti-adrogens porque eles vão ajudar a prevenir a testerone em seu corpo de produzir dihidrotestosterona ou DHT.
DHT é a razão por que os homens tendem a lidar com o estresse melhor do que as mulheres, têm mais pêlos faciais e corporais, e alta libido. Uma erva anti-andrógeno vai reduzir a quantidade de DHT em seu sistema para que os estrogênios (hormônios femininos) têm mais espaço. Desde a testosterona é o que também cria estrógenos faz sentido se concentrar em diminuir a quantidade de andrógenos, em vez de a testosterona.

A prolactina
A prolactina é o hormônio que é conhecido por ajudar as mulheres a produzir leite. Este hormônio vem da glândula pituitária e não só não ajuda com a produção de leite, mas também regular o sistema imunológico.
Quando prolactina activa a produção de leite da mama que irá conduzir a inchaço. O inchaço é o que faz com que o crescimento, porque seus tecidos da mama cresce quando eles esticam.

Pueraria Mirifica
ervas pueraria mirifica
Esta erva é cultivada nas zonas do norte da Tailândia. Quando se trata de saúde da mulher esta erva se destaca graças à elevada quantidade de fitoestrógenos que ele contém. Miroestrol é o nome de um dos fitoestrógenos que pueraria mirifica contém. Este fitoestrogenio acredita-se ser muitas vezes mais forte em comparação com isoflalvones.
Miroestrol vai imitar o efeito próprios hormônios do seu corpo ter sobre os receptores de estrogênio. Outros mirifica phtyoestrogens pueraria contém incluem puerarin, daidzeína e puerarin. Você pode obter colhida pueraria mirifica ou você pode obtê-lo selvagem.
Selvagem pueraria mirifica é normalmente mais elevada em fitoestrogênios do que a versão cultivada. Nós começamos a lista com PM porque é a erva com a atividade mais phytoestrogenic.
Com isso dito, certifique-se que você não está sofrendo de uma condição como a dominância de estrogênio antes de começar a tomar este fitoestrógeno potente. Pueraria mirifica também é considerado um anti-andrógeno, o que vai ajudar a reduzir os níveis de testosterona.

Lúpulo
suplementos de ervas aumentar o tamanho dos seios
Outra fitoestrógeno potente são lúpulo. Principalmente cultivada em países como a Polónia, Alemanha e Coréia do Sul, esta erva contém um fitoestrógeno denominado 8- prenilnaringenina. A planta hop é realmente usado para ajudar a preservar o sabor e cerveja. A atividade estrogênica nesta erva é considerado um dos mais potentes, e também é considerado um anti-andrógeno.

Wild Yam (Inhame Selvagem)

Não só é inhame selvagem embalado com fitoestrógenos, mas também é considerado um anti-andrógeno. Além disso, esta erva ajuda o corpo a produzir mais de prolactina e progesterona, e também é considerado um anti-andrógeno.
Esta erva cresce em áreas como Tennessee e Boston. O inhame selvagem em prestar atenção ao estrogênio-fito é diosgenin, que vai ajudar a melhorar a atividade estrogênica em seu corpo.

Sheep Sorrel – cais ou azeda
Benefícios Sheep Sorrel
Também chamado de cais ou azeda, ovelhas azeda contém muitas fitoestrógenos que estimulam próprio estrogênio do seu corpo. Os dois tipos de ovelhas azeda que é comumente utilizados são alazão francês e azeda selvagem.
Fenacho

O feno-grego é, definitivamente, uma das ervas mais populares nesta lista. Ele contém uma elevada quantidade de fitoestrógenos incluindo diosgenin, tigogenina, gitogenin e yamogenin.
Estes estrógenos vegetais vai imitar o seu próprio estrogênio. O feno-grego também é conhecido por aumentar os níveis de prolactina e de progesterona. De fato, alguns recém-mães usam feno-grego para aumentar seu fluxo de leite, enquanto eles amamentar.

Rue de cabra
rue ampliação do peito de cabra
Esta erva é rica em fitoestrógenos , que inclui: peganine, luteolina, flavonóides, carnavine e galegine. Rue de cabra é cultivado no Oriente Médio e em algumas partes da Europa.
Os agricultores usam rue de cabra para alimentar animais como cabras. Acredita-se que a experiência de cabra um aumento na produção de leite quando comem rue de cabra, que é como ele tem o seu nome. Esta erva irá ajudar a aumentar o tamanho do peito, produzindo mais de prolactina, o que irá aumentar a oferta de leite e constrói mais tecido mamário.

Saw Palmetto
saw palmetto dosagem alargamento da mama
Saw Palmetto é cultivada principalmente no estado da Flórida, e é bagas são extraídos para fazer extrato de Saw Palmetto.
A razão pela qual a adição de Saw Palmetto para a sua rotina de ervas é uma boa idéia é porque é um anti-andrógeno. Desde Saw Palmetto é um anti-andrógeno que irá reduzir a quantidade DHT está em seu corpo.
Você quer que seus níveis de DHT a ser consideravelmente mais baixo do que seus outros hormônios como o estrogênio e progesterona, porque DHT é um hormônio masculino que podem retardar ou impedir o crescimento da mama.

Erva-doce

Erva-doce contém um alto nível de phytoprogestins que ajuda a estimular a própria progesterona do seu corpo. Erva-doce também ajuda o corpo a produzir mais de prolactina, que estimula o crescimento de tecido produção de leite e de mama.

Soja
soy ampliação do peito
Há uma grande variedade de diferentes produtos de soja por aí que incluem leite de soja, soja, queijo de soja e. Produtos de soja contém isoflavonas, que são fitoestrógenos poderosos. Na verdade, a soja contêm o mais alto nível de isoflavonas que você pode adicionar à sua dieta.
Os fitoestrógenos da soja irá ligar a seus receptores de estrógeno e promover o crescimento da mama. As isoflavonas também vai ajudar a proteger contra o câncer de mama através da regulação do crescimento celular. É por isso que alguns especialistas acreditam que países como a China, onde a soja é pesado em sua dieta não desenvolvem câncer de mama, tanto quanto os países ocidentais.

Linhaça
semente de linho tamanho aumento de mama
Linhaça é parte da família linum, que é uma família de plantas com flores. Os phtyoestrogens em sementes de linhaça são conhecidas como lignanas. Na verdade, a linhaça contém a maior fonte de lignana de todos os alimentos que você pode comer.
Lignanas que vêm a partir desta erva agem como o estrogênio própria do seu corpo para ajudar a estimular o desenvolvimento da mama e também pode ajudar a proteger o corpo contra as células cancerosas. Linhaça também ajudar a aumentar a globulina de ligação do hormônio sexual ou níveis de SHBG.

Alcaçuz

Licorice é muito usado na indústria alimentícia como um agente de sabor em ambos os alimentos e bebidas. A raiz de alcaçuz é o que é comumente usado para os seus benefícios para a saúde. Licorice é rica em fitoestrógenos, como glabridin. Estes fitoestrógenos vai ajudar a levar a cabo várias tarefas que os próprios estrogênios do corpo são for.f responsável
Os fitoestrógenos contidos no alcaçuz tem um efeito estrogênico leve, o que o torna útil para a ampliação do peito natural.Licorice também contém propriedades anti-andrógenos, fito-progesterona, e ajuda a aumentar os níveis de prolactina no corpo.

Trevo Vermelho
trevo vermelho e crescimento da mama
O trevo vermelho é uma outra erva que contém uma elevada quantidade de fitoestrógenos, que consiste principalmente de isoflavonas. Essas isoflavonas vão juntar-se aos receptores de estrogênio em seu corpo, principalmente no interior dos vasos sanguíneos, coração, bexiga, e os ossos. Esta erva também contém uma boa quantidade de phtyo-progesterona.
Esta é uma lista de alguns dos mais populares e eficazes ervas usadas em realce natural do peito . Quanto de cada erva que você tomar vai depender de você e seu corpo.
Comece de tomar alguns deles devagar e aumentar gradualmente a sua dose se você notar bons resultados. É tudo uma questão de ver como seu corpo reagir a cada erva, como todos eles têm usos individuais.

>>> Dicas adicionais

Mantenha um registro de seu fluxo menstrual.

Ter uma fonte extra de pensos higiénicos e tampões na mão.

Se tiver a dor abdominal durante a menstruação, aplique uma garrafa de água quente em seu abdômen inferior ou para trás.

Beber alguns copos de camomila, sálvia ou chá verde por dia.

Obter exercícios moderados e regulares. Alguns bons exercícios incluem caminhada rápida, corrida, natação e ciclismo.

Desfrute de um banho quente para relaxar os músculos e aliviar a dor e tensão.

Descanse bastante e tornar-se o mais confortável possível.

Massagear suas costas com coco quente ou azeite para aliviar a dor.

Adicionar suplementos à sua dieta, tais como zinco, cálcio e vitaminas B6, C e K. Antes de tomar qualquer suplemento, consulte o seu médico.

Como a falta de sono pode agravar o problema, obter pelo menos 7 a 8 horas de sono profundo.

Não levante o peso pesado durante a menstruação.

Fonte: http://beleza.blog.br/

Alternativas naturais para reposição hormonal

Com níveis flutuantes de estrogênio e progesterona durante a menopausa, as mulheres experimentam vários sintomas desagradáveis, tais como: ondas de calor, insônia, depressão, dor no peito, e alterações de humor. Existe tratamento para aumentar os níveis hormonais naturais do organismo, no entanto, muitas mulheres rejeitam o tratamento de reposição hormonal por medo dos riscos associados a ele. Porém, tanto os riscos associados ao tratamento convencional quanto os problemas  da menopausa podem ser minimizados com algumas alternativas naturais para reposição hormonal. 

Alternativas naturais para reposição hormonal

Veja a seguir como remediar os efeitos da menopausa repondo hormônios, sem correr o risco de desenvolver outros problemas associados ao tratamento. Conheça alguns remédios naturais que podem ajudar a lidar com os efeitos da menopausa. Apenas certifique-se de consultar seu médico antes de começar a tomar quaisquer suplementos ou ervas.

Alternativas naturais para reposição hormonal.

Acteia ou erva-de-são-cristóvão

De nome científico Cimicifuga racemosa, esta planta é uma das soluções naturais, há mais tempo estudadas, para combater ondas de calor em mulheres que não querem recorrer à reposição hormonal através de remédios.

A acteia pertence à família de plantas chamada de Ranunculaceae, e tem sido utilizada há séculos. Pode ser tomada de muitas formas: em cápsulas, comprimidos, ou chá.

Além de combater os calorões ela também age como antidepressivo, o que a torna uma alternativa natural não só para as mulheres que precisam repor hormônios, mas também para outras pessoas.

Ginseng

O ginseng é uma erva utilizada pelos chineses, coreanos e povos nativos da América há mais de 5.000 anos, devido aos benefícios terapêuticos que traz à saúde.

Ele pode ser usado para tratar os sintomas de fadiga, ansiedade e estresse ocasionados pela menopausa, pois é considerado um “normalizador” e um “energizante”.

Você pode encontrar o ginseng em diferentes formas, incluindo chá, pó, e extrato.

Chá da folha de amora

Outra alternativa muito popular e que se mostra bastante aceita entre as mulheres, é o chá da folha de amora. Estudos feitos por pesquisadores do Japão comprovaram que essa alternativa natural de reposição hormonal não é algo apenas da sabedoria popular.

Os estudos feitos pelos orientais mostraram que além de ser benéfica para o tratamento da menopausa, ela também tem outros benefícios como:

  • Tratamento para Hipertensão;
  • Diabetes;
  • Regulação do intestino;
  • Osteoporose;
  • Osteoporose;
  • Obesidades e outros distúrbios da saúde.

Brócolis também auxilia na reposição hormonal 

o tratamento de reposição hormonal pode levar ao câncer de mama. E além disso, os níveis desregulados de hormônios durante a menopausa faz das mulheres, nessa fase, perfeitas candidatas à doença.

Os vegetais crucíferos, como brócolis, couve-flor, couve chinesa, couve de Bruxelas e repolho contêm uma substância chamada indol-3-carbinol a qual é metabolizada no organismo para produzir outra substancia de nome ainda mais complicado: diindolylmethane (DIM).

Ambas as substâncias ajudam a modular estrogênios e têm mostrado possuir alguns efeitos anticancerígenos, em particular do câncer de mama.

Inclua fitoestrógenos em sua dieta

Encontrados em alimentos como: soja, semente de linhaça, semente de girassol, broto de feijão e leguminosas como feijão, grão-de-bico e ervilha, os fitoestrógenos são substâncias naturais que podem ajudar equilibrar seus hormônios naturalmente.

Respire fundo

Somado às alternativas naturais que apresentamos acima, estudos clínicos mostram que exercícios aeróbicos, praticados duas vezes por dia, pode ajudar a diminuir as ondas de calor e suores noturnos, bem como melhorar a sensação de bem-estar da mulher.

Além disso, aprender algumas técnicas de meditação é algo que ajuda a diminuir os hormônios do estresse e permite que o corpo funcione de forma mais eficiente.

Leve um estilo de vida que inclua uma dieta saudável, atividade física e gestão do stress, procure sempre o apoio de profissionais e entes queridos. Será é um excelente começo para quem precisará de reposição hormonal, seja ela natural ou sintética.

Ver também este artigo:  http://senhoranatureza.eco.br/alimentacao-saudavel-na-menopausa/