Ervas para equilibrar o ciclo hormonal feminino, mantendo fertilidade e promovendo mais saúde, energia e equilíbrio emocional

(em desenvolvimento)
Ervas para equilibrar o ciclo hormonal feminino, mantendo fertilidade e promovendo mais saúde, energia e equilíbrio emocional

 – Chá do fruto Bakula, folha de franboesa, folha de goiabeira, casca da raiz de Algodoeiro (Gossypium herbaceum), folha de figo, folha de tanchagem, flores de roma, cavalinha

– Mil-em-rama secas, Bolsa de Pastor, urtiga, canela (pouca), (adicione 1/8 de uma colher de sopa de pimenta-caiena), pé de leão,

– Licorice (Glicirriza Glabra)

– vitex (agno casto), inhame mexicano, Cohosh-preto (Cimicifuga racemosa – reduz LH, manten FSH), Inhame-selvagem ou inhame mexicano (Dioscorea villosa – até no máx 0,5g por dia de extrato seco ),   Angelica sinensis – Ginseng Feminino (Dong quai – China), ginseng siberiano (Eleutherococcus senticosus)

oregano, polvilho (tapioca),

As vitaminas A, K, C, E, Ácido fólico (vitamina B9 ou folato), óleo de linhaça , D3, cobre, zinco e iodo, arroz integral, frutas vermelhas, pera, cenoura, oleo de oliva, semente de linhaça, alfafa, trevo, lentilha, grao dico,

………

Ervas p/ equilíbrio Feminino:

Editado de http://www.terapiadecaminhos.com.br/ (Iára Vieira)

Plantas para a saúde feminina. Lembrando que não se descuidem das visitas ao ginecologista, dos exames preventivos e das mamografias periódicas. A Medicina Preventiva é sempre melhor.

 

Agoniada

Indicação: para inflamações, congestões do útero e ovários, para cólicas menstruais, suspensões menstruais, menstruação irregular, dolorosa e difícil, irritabilidade ocasionada pela TPM, ansiedade, histeria; tem ação anti-inflamatória sobre o útero, e é usada para corrimentos.

Dose: chá das cascas, 5 gramas das folhas em 1 litro de água fervente.  Indicação de até 3 xícaras diárias do chá morno até à cura.

O chá pode ser utilizado para lavagens vaginais e banhos de assento.

Chá das flores em cataplasma nos seios auxilia e estimula a amamentação.

Também pode ser utilizada em Tintura Mãe.

Contra indicação: Gestação e período de amamentação, e não utilizar em crianças.  O uso prolongado pode levar à esterilidade.  Em doses elevadas é tóxica.

Barbatimão

Indicação: para corrimentos vaginais, hemorragias uterinas, flores brancas, feridas no colo do útero, gonorréia, catarro uretral e vaginal, candidíase.

Dose: 1 colher das de sopa das cascas para 1 litro de água morna para lavagens vaginais e banhos de assento.

Também pode ser utilizada em Tintura Mãe.

Para uso interno, 20 gramas da casca em 1 litro de água, de 3 a 5 xícaras por dia.

Contra indicação: Gestação e período de amamentação.  Há relato de que as sementes sejam tóxicas.

Unha de Gato

Indicação: modula o sistema imunológico estimulando e fortalecendo, é estimulante do útero, indicada na candidíase, herpes, doenças urinárias, diurética, para os rins, gonorréia, reumatismo, dores articulares, irregularidade menstrual, tumores, hemorragias, inflamação da vagina.

Também pode ser utilizada em Tintura Mãe.

Dose: chá da casca da raiz, 1 grama da casca para 250 ml de água; tomar 1 xícara, 3 vezes ao dia.

Contra indicação: mulheres grávidas ou que estejam amamentando, crianças menores que 4 anos; pacientes com ou a receber transplantes de órgãos, enxertos de pele, terapia de imunossupressão, usuários de hipotensores, enfermidades auto-imunes, esclerose múltipla e tuberculose.

Efeitos colaterais: pode provocar diarréia, alterar a consistência das fezes e provocar náusea moderada.

Uxi amarelo

Indicações: miomas (caroços), cistos nos ovários, infecção urinária, inflamação uterina, na prevenção do câncer, reumatismo.

Dose: utilizada em Tintura Mãe.

Contra indicação/Efeitos colaterais: não há relatos na literatura de contra indicações, efeitos colaterais, nem de causar dependência.

Associado à Unha de Gato é extremamente eficaz como anti-inflamatório  para o tratamento do mioma, mas é necessário acompanhamento profissional para o ajuste da dosagem terapêutica.

Ipê roxo

Indicações: aumenta a imunidade do organismo, elimina as toxinas, aumenta a quantidade de glóbulos vermelhos, inflamação do útero e vagina, excelente depurativo do sangue, tem ação antibiótica, propriedade antitumoral, tem ação analgésica, cervicites (feridas no colo do útero).

Dose: indicado em Tintura Mãe; em chá, utiliza-se a entrecasca moída, 15 gramas para 1 litro de água; deixar cozinhar por 5 minutos e  tomar 1 xícara morna, 3 vezes ao dia.

O chá também é utilizado para lavagens vaginais e banhos de assento.

Contra indicação: mulheres grávidas e em período de amamentação; pessoas com hipersensibilidade à planta.

Superdosagem: em doses exageradas pode causar anemia e problemas gastrintestinais.

A utilização e a dose terapêutica devem ser individualizadas, pois “cada caso é um caso”.  As doenças têm descrição clínica comum, mas a forma como a pessoa adoece e convive essa experiência a doença é única.  Portanto, a indicação de qual erva se adéqua melhor à paciente e à doença é fundamental para o processo de regeneração e cura.

uso ginecológico destas plantas; contudo, elas também possuem outras aplicações e indicações terapêuticas. Os banhos e chás de ervas não substituem as consultas periódicas ao ginecologista e a utilização das ervas, para melhor atuação, deve ser feita após resultados de exames preventivos.  Como exemplo, citamos as leucorréias (corrimentos) que têm várias causas, como inflamação, irritação, feridas em colo de útero, doenças sexualmente transmissíveis; assim sendo, para cada causa  uma determinada planta com melhor indicação.

As ervas devem ser evitadas nos três primeiros meses de gestação, na lactação e tem ervas que devem ser evitadas durante toda a gestação.

 Erva de Bugre (também conhecida como Guaçatonga)

Indicação: diurético, emagrecedor, diminuir inchaço (edema) das pernas, auxiliar nos problemas de ovários, estimulante da circulação sanguínea, depurativa (promove a limpeza no organismo),

Dose: chá das cascas do caule tem efeito anti-inflamatório; usado nas duchinhas vaginais, previne inflamações de colo de útero e irritações vaginais; o sumo das folhas é emagrecedor; utilizado no tratamento de herpes, e da sífilis.

Contra indicação: gravidez e aleitamento.

Efeitos colaterais: sensibilidade aos componentes da planta.

 

Tansagem

Indicação: limpeza das vias respiratórias (para fumantes); é usada em forma de chá como antibiótica, bactericida e anti-inflamatória para infecções nas partes íntimas, em lavagens vaginais e banhos de assento; usada em compressas em dores nos bicos dos seios.

Dose: compressas, banhos e chás, 3 xícaras por dia; também pode ser utilizada sob a forma de tintura.

Contra indicação: a raiz, em excesso, é tóxica.

 

Cordão de Frade

Indicação: usado em casos de retenção de urina, eficaz contra hemorragias uterinas, chás e banhos para acalmar os sintomas da TPM, para as dores reumáticas; é bactericida, sendo recomendado o uso, sob a forma de chá, para lavagens vaginais e banhos de assento.

Dose: banhos, chás – 2 xícaras por dia.

Contra indicação: em pacientes com doenças crônicas do fígado.

Efeitos Colaterais: nos tratamentos prolongados pode causar problemas hemorrágicos devido às cumarinas.

 

Carobinha

Indicação: em forma de infusão, como diurética, especialmente utilizada no tratamento das afecções urinárias e cutâneas, depurativa, além de externamente ser empregada como cicatrizante; recomendada para banhos de assento, duchas vaginais. Pode ser utilizado em compressas, e em tinturas.

Dose: infusão das folhas, de 1 a 4 xícaras/dia, dependendo do problema

 

Cavalinha

Indicação: a raiz é diurética, remineralizante, responsável pela redução da flacidez da pele e músculos, principalmente após regimes de emagrecimento; a planta toda é indicada para menstruações excessivas, para tratamento de problemas genitais e urinários, acne, eczemas e feridas.    Compressas, banhos de assento e duchinhas vaginais.

Dose: infuso, 3 xícaras por dia.

Contra indicação: não usar as extremidades floridas.

Efeitos colaterais: não é recomendado o uso por longos períodos.

 

Malva Rosa

Indicação: acalma os sintomas da TPM e dores no corpo, inflamações da bexiga, da vagina, dos rins, da pele, nas inchações (edemas) das pernas, desinfetante posto sobre feridas e úlceras; faz emagrecer sem prejuízos ao coração.

Dose: compressas, infusão das folhas e tintura.

Contra indicação: não deve ser utilizada por pessoas portadoras de diarréia crônica.

Efeitos colaterais: na dosagem recomendada não produz efeitos colaterais.

 

Casca de caju

Indicação: é bactericida, indicada nas afecções de útero e irritações vaginais, depurativa, anti-inflamatória, anti-hemorrágica, indicada para menstruação excessiva, duchinhas vaginais e banhos de assentos.

Dose: compressas, infusão das folhas e tintura.

Efeitos colaterais: a castanha em estado fresco pode causar lesões, pois é cáustica.

 

Aroeira

Indicação: é diurética e emenagoga (provoca a menstruação), é adstringente, indicada para doenças das vias urinárias, anti-inflamatória, antileucorréica.

Dose: chás e uso interno só com acompanhamento terapêutico; banhos de assento e duchinhas vaginais; pode ser utilizada como unguento.

Contra indicação: gravidez e  lactação,

Efeitos colaterais: a planta (folha e casca) pode causar manifestações alérgicas na pele, e a ingestão de frutos pode causar vômitos e diarréia.

Ervas para fluxo menstrual intenso:

. Framboesa vermelha

Folhas de framboesa vermelha são benéficas para as mulheres que sofrem de fluxo menstrual intenso. Eles contêm taninos que ajudam a fortalecer os músculos uterinos. Além disso, ela ajuda a reduzir a dor abdominal.

Adicione 1 colher de sopa de folhas de framboesa vermelha secas para um copo de água quente.

Cubra e íngreme por cerca de 10 minutos.

Beber este chá até 3 vezes ao dia.

Comece a beber este chá uma semana antes de seu ciclo e em todo o seu período.

 

. Pimenta Caiena

Para obter alívio do fluxo menstrual excessivo, você também pode tentar pimenta caiena. Pode ajudar a equilibrar o fluxo de sangue no corpo. Além disso, ajuda a manter o equilíbrio hormonal e aliviar os sintomas de sangramento intenso.

Adicione ½ colher de chá de pimenta de Caiena em pó para um copo de água morna.

Adicione um pouco de mel.

Beba isso 2 ou 3 vezes por dia durante seu ciclo.

Você também pode tomar suplementos caiena uma vez por dia, mas só depois de consultar o seu médico.

. Sementes de coentro

De acordo com a Ayurveda, sementes de coentro podem ajudar a parar os ciclos menstruais pesados. Ela pode ajudar a melhorar o funcionamento uterino e equilibrar os hormônios femininos no corpo.

Adicione 1 colher de chá de sementes de coentro para 2 xícaras de água.

Ferva até que a quantidade reduza pela metade.

Bata, em seguida, adicione um pouco de mel.

Beba-o enquanto ele ainda está quente, 2 ou 3 vezes por dia durante seu ciclo mensal.

 . Canela

Canela é eficaz em reduzir o sangramento menstrual pesado associada à endometriose, miomas uterinos e adenomiose. Esta erva reduz o sangramento, estimulando o fluxo sanguíneo longe do útero.

Além disso, as suas propriedades anti-inflamatórias e anti-espasmódicos ajudar a aliviar as cólicas.

Adicione 1 colher de chá de canela em pó a uma xícara de água quente. Cozinhe por alguns minutos. Adicione o mel e beber duas vezes por dia.

Em alternativa, tomar 3 gotas de tintura de casca de canela, 2 vezes ao dia.

Você também pode tomar 15 a 30 gotas de óleo essencial de canela diluídos em ¼ xícara de água, até 3 vezes por dia.

Siga qualquer um desses remédios apenas durante seu período.

. Confrei

De acordo com ervanários, confrei também é um bom remédio para controlar o sangramento pesado. Esta erva ajuda a contrair os vasos sanguíneos, reduzindo, assim, o sangramento pesado.

Coloque 2 colheres de chá de folhas de confrei em uma xícara de água quente.

Cubra e íngreme por 20 minutos.

Beber uma vez por dia durante sangramento intenso.

. Coma alimentos ricos em ferro

O ferro é um mineral importante para as mulheres a lidar com a menstruação pesada como pode ajudar a prevenir a anemia por deficiência de ferro.

Coma alimentos ricos em ferro como vegetais verde-escuros, leguminosas, sementes de abóbora, gema de ovo, fígado, carne vermelha, passas, ameixas e cereais enriquecidos com ferro.

Você também pode tomar um suplemento de ferro, depois de consultar um médico.

. Magnésio

O magnésio é um mineral vital para equilibrar os hormônios femininos, como o estrogênio e progesterona. Além disso, a menstruação pesada pode ser causada por uma deficiência de magnésio no corpo.

Portanto, comer alimentos ricos em magnésio vai ajudar a controlar o sangramento profuso durante a menstruação.

Coma alimentos ricos em magnésio, como aveia, nozes e sementes, abacate, chocolate escuro, abóbora, abóbora e melancia.
Se optar por um suplemento, consulte o seu médico primeiro.

 

>>> Dicas adicionais

Mantenha um registro de seu fluxo menstrual.

Ter uma fonte extra de pensos higiénicos e tampões na mão.

Se tiver a dor abdominal durante a menstruação, aplique uma garrafa de água quente em seu abdômen inferior ou para trás.

Beber alguns copos de camomila, sálvia ou chá verde por dia.

Obter exercícios moderados e regulares. Alguns bons exercícios incluem caminhada rápida, corrida, natação e ciclismo.

Desfrute de um banho quente para relaxar os músculos e aliviar a dor e tensão.

Descanse bastante e tornar-se o mais confortável possível.

Massagear suas costas com coco quente ou azeite para aliviar a dor.

Adicionar suplementos à sua dieta, tais como zinco, cálcio e vitaminas B6, C e K. Antes de tomar qualquer suplemento, consulte o seu médico.

Como a falta de sono pode agravar o problema, obter pelo menos 7 a 8 horas de sono profundo.

Não levante o peso pesado durante a menstruação.

Fonte: http://beleza.blog.br/

Ver tambérm este artigo:  http://ervasespeciarias.com.br/alimentacao-saudavel-na-menopausa/