'Queijo' Vegetal (vegana)- Vegueijo

Vegueijo – Queijo Vegetal (vegana)

Vegueijo - Queijo Vegetal (vegana)
Ingredientes

3 colheres (sopa) de purê de batata inglesa¹ ou macaxeira² (mandioca- use açafrão para obter cor amarelada)

1 xícara de polvilho doce
1/2 xícara de polvilho azedo

3 colheres (sopa) de azeite de oliva extra virgem (pode ser óleo misto ou creme vegetal)

1 colher (café) de sal
1 colher (café) de tempero completo (alho e sal)
Suco de 1/2 limão grande
Orégano a gosto (opcional)

Preparo

Num recipiente raso e largo misture tudo até que fique consistente. Unte uma vasilha com azeite e modele a massa nesse recipiente. Leve a refrigeração por pelo menos 2 horas antes de consumir. Usei uma vasilha de goiabada de 600 gramas para modelar.

Resultados:

1. Com purê de batatinha inglesa: Não chega a atingir uma consistência de queijo ou massa. Fica unido e sólido por pouco tempo. Esfarela e volta a forma de pó. Então, para usar no dia a dia usei água para reidratação. Para um sanduíche, por exemplo: Use 2 colheres de chá de Vegueijo em pó para 3 colheres de sopa de água. Misture bem até ficar com consistência de creme. Nesse momento pode adicionar mais sal, e/ou outros temperos. Passe o creme no pão e leve a sanduicheira. Do mesmo modo pode ser usado em pizzas, lasanhas e etc.
2. Com purê de macaxeira: Ficou com uma consistência maravilhosa enquanto “cru”… Ele quando misturado forma uma massa consistente e firme. Dá para modelar no formato que desejar, e assim vai ficar pelo tempo de consumo. Porém, não atingiu grande êxito no resultado do “estica-e-puxa”. Fica bom. E não precisa de água para consumir. Porém não o testei em pizzas. Pode ser frito em frigideira antiaderente.

Balanço: Preferi o com batatinha inglesa. Apesar de dar mais trabalho de toda vez que for usar ter que hidratar, o resultado é mais satisfatório. E dá-lhe uma liberdade de controlar a densidade, o sal e temperos para variar. Em termos de aparência ambos se assemelham durante os primeiros momentos. Depois o de batatinha esfarela e o de macaxeira se mantém firme.

Emoção: Estica e tem liga quando derrete. Foi aprovado por 10 de 10 pessoas que consumiram!
polvilho, também chamado de fécula de mandioca, carimã ou goma, é o amido da mandioca. O polvilho azedo é um tipo modificado por processo de fermentação e secagem solar, apresentando características bem diversas do polvilho doce.
Vegueijo - Queijo Vegetal (vegana)
Obs: Pode substituir a batata inglesa por mandioquinha (batata baroa ou batata salsa). Também há um opção de misturar com inhame e colocar linhaça batida (ou farinha de linhaça)

Queijo de amêndoas

Queijo de amêndoas

Ingredientes

1 xícara de amêndoas cruas
1/2 xícara de água
3 colheres (sopa) de suco de limão
3 colheres (sopa) de azeite
1 colher (café) de sal marinho

Preparo

Escalde as amêndoas em água fervente por alguns minutos e remova as peles. Cubra com água e deixe de molho de um dia para o outro (12 horas). Escorra.
Coloque as amêndoas em um processador ou liquidificador junto com os demais ingredientes e bata em potência alta por cerca de 5 minutos. Cubra uma peneira média com “pano de fralda” duplo ou outro tecido de algodão limpo. Despeje o conteúdo sobre ela, junte as pontas do tecido e prenda com um elástico, apertanto bem para que solte o excesso de água. Mantenha a peneira sobre um recipiente que possa receber o líquido que escorre, e deixe na geladeira por pelo menos 12 horas.
Remova delicadamente o queijo do pano. Cubra uma assadeira pequena com papel manteiga, pincele o queijo com azeite de oliva (opcional) e asse em forno médio-baixo por cerca de 30 minutos.

Este queijo pode ser consumido em lanches ou utilizado em receitas diversas. Você pode variar a receita, adicionando levedo de cerveja, alho, ervas frescas picadas, fumaça líquida, etc.

Creme de mandioca

Substituto para queijo cremoso em receitas

creme de mandioca

Ingredientes

1 xícara de mandioca cozida e amassada
1/4 de xícara de azeite extra virgem
1/2 cebola média picada
1/2 dente de alho amassado
1/2 colher de sobremesa de sal

Modo de preparo

No liquidificador, bata primeiro a cebola, o alho, azeite e sal. Acrescente e bata a mandioca cozida até formar um creme homogêneo. Você pode variar o tempero, adicionando ervas e outros temperos. Utilize este creme em receitas que vão ao forno e que levem queijo, como lasanhas, tortas, pizzas etc.

Vequeijo de gergelim

Fácil de preparar

tofu de gergelimIngredientes

2 colheres de sopa de creme de gergelim (tahine)
3 colheres de sopa rasas de amido de milho
1 pitada de sal (opcional)
1 e 1/2 xícaras de água

Modo de preparo

Ferva uma xícara de água e reserve. Dissolva o amido de milho em meia xícara de água fria. Em uma panela, adicione o creme de gergelim e vá adicionando cuidadosamente a mistura de amido e água, e mexendo com uma colher. Em seguida faça o mesmo com a água quente. Leve a panela ao fogo baixo e cozinhe, mexendo com uma colher de pau, até engrossar e começar a desgrudar do fundo da panela. Depeje sobre uma forma umedecida e leve à geladeira de 1 a 2 horas para endurecer. Corte em quadradinhos.

Esta receita foi daptada de outra, goma dofu, tradicional da culinária japonesa Shôjin Ryôri – onde é consumido com molho shoyu e gengibre ralado, ou como sobremesa, com melado.
Pode ser utilizado em alguns pratos veganos como substituto de queijo, ou para substituir o tofu de soja.

SEMENTES NUTRITIVAS!
As sementes em geral são fonte de informação genética para a planta que está por vir, portanto riquíssimas em nutrientes. Geralmente são melhor assimiladas quando demolhadas ou germinadas. Incremente sua saúde!

Sabe aquela sementinha de girassol? É rica em vitaminas do complexo B, E, minerais, como fósforo, cálcio, potássio, ferro, zinco e magnésio. Possui 20g de proteína em cada 100g, além das fibras e das gorduras poliinsaturadas (ômega 6), assim como as castanhas e a semente de abóbora. Essas gorduras têm o papel de equilibrar o colesterol no sangue, atuam no sistema imunológico e no controle da pressão sanguínea, além de manter a pele saudável, e auxiliar no transporte e absorção de vitaminas, e devem ser consumidas diariamente pois não são produzidas pelo organismo.

Inclua essas sementes super nutritivas no seu dia a dia, colocando nas saladas ou sob a forma de um creme ou patê!

PATÊ DE GIRASSOL

Ingredientes:

2 xícaras de semente de girassol crua e sem casca
1 colher (sopa) de azeite de oliva extra-virgem
Sumo de 1 limão (de preferência limão cravo/ rosa)
¼ copo de água mineral
1 colher de chá de cúrcuma (açafrão da terra) – opcional
1 colher de sobremesa rasa de sal marinho
1 colher de sopa de sementes de chia (opcional)
Outros temperos à gosto (hortelã, manjericão, alecrim, salsinha, azeitonas, tomate seco…)

Modo de preparo: Deixar as sementes de molho em água por 8h e desprezar a água. Pode-se deixar germinando mais 1 dia (deixar sem água, somente molhando 1 vez ao dia para manter úmidas) ou fazer o patê imediatamente após a hidratação. Bater no liquidificador ou processador as sementes com o limão e água até virar um creme. Adicionar os outros temperos e o azeite e se quiser uma consistência mais cremosa e firme, adicionar a chia para “enxugar” o excesso de água. Coma com saladas, tapioca, rodelinhas ou palitos de cenoura e pepino, ou como complemento no prato, é fonte de proteínas!

………………………

Obs: Pode-se usar Castanhas (do pará, caju, macadamia etc), nozes, amêndoas, sementes (como a de gergelim e a de girassol), assim como arroz, amaranto (batidos com um pouco de água e óleo) e também linhaça para fazer os vequeijos.