Temperos

Temperos

Tempero é um conjunto de condimentos, cuja função é realçar o gosto do prato e, também possui algumas funções terapêuticas.
Tempero é todo o ingrediente adicionado na comida para melhorar o sabor; aquilo que dá um tom especial a comida

Temprado significa equilibrado, sóbrio, por isso temperar alimento é acrescentar ingredientes a um prato para intensificar, realçar ou melhorar seu sabor e aroma, melhorar o paladar.

O segredo que diferencia os vários estilos culinários, é o bom uso das ervas e condimentos:

Comida Italiana: são usados o manjericão, o orégano, a salsa, o alecrim, a noz-moscada, a pimenta calabresa, e a sálvia.

Comida Espanhola: os mais usados são o açafrão, a páprica, a salsa e o cominho.
Comida Francesa – os condimentos utilizados são, a salsa, o alecrim, o noz-moscada, tomilho e o açafrão.
Comida húngara – é famosa por fazer muito uso da páprica, do cominho e da pimenta branca.
Comida mexicana – usa pimenta malagueta, o orégano, o cominho, a canela e o coentro.
Comida grega – usa muito hortelã e canela.
Comida Indiana: é temperada com pimenta vermelha, coentro, noz-moscada, canela, gengibre, erva-doce, cravo-da-índia.
A seguir os  tipos de tradicionais temperos de diversas regiões:
Bell Pepper Flakes (Flocos de pimenta sino): desidratados pimentões vermelhos e verdes. Sugestão de uso: Em sopas, molhos, saladas e ensopados.
 
Beterraba: Beta vulgaris L. Beterraba é desidratada por um processo moderno que retira água de legumes e vegetais mantendo suas características naturais. Usar em molhos, recheios, sopas e para colorir massas de macarrão. Região Mediterrânea da Europa, Norte da África, Oeste da Ásia. Beterraba em pó: usar no cozimento de arroz, purês, molhos e massas e no preparo de maioneses e patês (colorido especial).
 
Bouquet-garni: palavra de origem francesa que significa um ramalhete de cheiros verdes (ervas frescas). Geralmente é feito com até cinco ervas como o tomilho, salsa, louro, manjericão, entre outros, amarradas em maço, ou envolvidas em gaze ou pano. Usado em sopas e ensopados. Podem ser colocados dentro de um saco de pano fino ou gaze. É retirado no final do cozimento. – Um punhado de ervas amarradas juntas, em geral, incluindo a folha de louro, o tomilho fresco ou seco, e talos de salsa fresca. Ele sabores todo o estoque, e alguns molhos e molhos. Todas as ervas são amarradas juntas para permitir a fácil remoção do pote no fim do cozimento. Deixe o buquê garni flutuar livremente no pote para permitir a libertação de todos os sabores.
 
Cajun: originário da Argentina, o tempero cajun é composto por páprica, sal, estragão, alho, cebola, pimenta-do-reino, salsa, canela, tomilho e pimenta calabresa. É típico da cozinha crioula.
 
Catrepis: Ver quatre-épices.  (corruptela de palavra francesa)
Cheiro-verde: é a salsa com a cebolinha, geralmente desidratadas, com uma pitada de louro, utilizadas para realçar sabores de patês, molhos e cozidos.
 
Chili Powder: mistura saborosa e equilibrada, usada em pratos picantes da cozinha mexicana. Utilize em hambúrgueres, pratos com milho, molhos para churrasco, pratos com aves e carne. mistura de pimenta malagueta, cominho, orégano e alho
 
Chinês 5 Spice-Pó: contém canela, anis estrelado, erva-doce sementes, cravo, pimenta e Szechuan. Ao comprar, escolher o terreno mais fino e mais pálido um na cor.
Cogumelos: cultivado na França desde 1700. Seco, pode substituir o cogumelo fresco em quase todos os pratos. Para utilizá-lo lave-os bem, deixando-os na água até voltarem a sua forma natural, escorra-os e use normalmente. Patês, Sopas diversas, macarronada, Omeletes, Carne moída, strogonoff, picadinho  de carne, Molhos básicos para macarronada. Ver funghi
 
Curry em pó – Sementes de cominho em geral, sementes de coentro, sementes de mostarda, pimentas vermelhas secas, canela, açafrão e gengibre em pó. Também pode ter páprica, cravo, açafrão, feno-grego, cardamomo, folhas de curry ou frescos. Uma mistura de 10 a 30 de especiarias da Índia proporções variáveis. Normalmente, contendo alho, açafrão, coentro, cominho e gengibre. Sugestão de uso: Para fazer o molho de caril, carnes de sabor, arroz, aves e frutos do mar com um toque oriental. O curry Inglês palavra vem do kari trabalho Tamil que significa molho, porque caril poderes sabor principalmente molhos. Na Índia, os curries, uma vez que em pó, pertencem à categoria geral de “masalas” ou misturas de especiarias, que são preparados a partir de ingredientes de terra indígenas para as diversas regiões do país.
Curry ou Caril ou Garam Masala: originário da Índia, o curry é uma mistura de várias ervas e especiarias, que podem variar de acordo com a região e o costume, podendo conter até 38 tipos de tempero, dentre elas o coentro, cominho, pimenta, cebola, mostarda, cardamomo e gengibre. De sabor acentuado e cor amarelo-forte, é muito usado em pratos orientais e em frango, carnes, peixes, camarões, arroz e molhos.
 
Doenjang: nome coreano da pasta de soja usada para dar sabor a carnes e legumes.
Dukkah: tempero egípcio, composto por avelã, gergelim, coentro, pistache, cominho, sal e pimenta do reino. Misture ao óleo de oliva e sirva como molho para pães crocantes. Pode ser usado polvilhando-o sobre peixe assado, frango, carneiro ou no pão de mel.
 
Epices Quatre – peppercorns, noz moscada, canela, cravos e gengibre.
Erva Camarão:  mistura de especiarias integrais, tais como folhas de louro, pimenta, semente de mostarda, e esmagado pimentos vermelhos sugerida usar: Adicionar o caldo ou a água para cozinhar marisco ou peixe.
Ervas de Provence ou Herbes de Provence: mistura de cinco ervas especialmente combinadas para dar aroma à pizzas, molhos, vegetais cozidos, saladas, pratos com ovos, galinha ou peixe. E carnes bovinas e suínas. São elas: tomilho, basilicão, erva-doce, segurelha e flores de lavanda. Nos pratos quentes, acrescentar apenas na hora de servir.  De origem francesa – ervas provençais é uma mistura de alecrim, tomilho e segurelha, com quatro multas herbes, além de menta e qualquer outra coisa que pega a fantasia do cozinheiro.
Ervas Finas ou Fines Herbes: mistura de salsa, cerefólio, estragão e cebolinha verde. Usada em molhos de saladas, peixes, ovos, molhos de tomate, “Ragout”, aves, carnes, cordeiro e vegetais cozidos. Adicione no final do cozimento. A proporção é um segredo de cada cozinheiro.
 
Espinafre em pó: adicionar ao cozimento de arroz, purês, molhos, massas. Também para colorir maionese, sopas e cremes.- Espinafre (Spinacia oleracea): dois tipos: europeu ( spinacia olerácea) é uma quenopodiácea rara no Brasil. O Espinafre da Nova Zelândia (tetragônia expansa) é uma aizoácea cultivada aqui. Cozido puro, excelente com torrada quente e ovo cozido. Tempero
 
Ferva Caranguejo:  mistura de especiarias integrais, tais como folhas de louro, pimenta, semente de mostarda, e esmagado pimentos vermelhos sugerida usar: Adicionar o caldo ou a água para cozinhar marisco ou peixe .
 
Garam Masala – vem do norte da Índia onde é a casa-terra 3-8 das especiarias conhecida como “quente” especiarias no livro Veda Ayur da medicina. Estes são chiles secos, pimenta preta, canela, maça, noz-moscada, cravo, sementes de coentro e cominho. ervas misturadas: mistura mistura de ervas (louro, cardomons, canela, cominho preto, cravo, pimenta preta e noz-moscada). Usos: Use com moderação perto do fim da culinária indiana dishesGinger: Spice (frescas, secas, cristalizadas ou em pó) Descrição: castanho-claro, a raiz retorcida e irregular da planta gengibre. Apimentado, ligeiramente doce, com um aroma pungente e picante. Usos: bolos, biscoitos, marinadas, receitas chinesas, Jamaica e alemão; não substituem gengibre em pó seco para as receitas, especificando gengibre fresco. (mistura de condimentos e ervas que varia conforme a região da Índia. É considerada a alma da cozinha indiana. Também conhecida como curry ou caril.)
Green salt: tempero Composto por: cebola, alho, ácido cítrico, casca de laranja, cominho, tomilho, pimentão, tomate, alecrim, açúcar cristal, coentro, endro, manjerona, salsa, manjericão, orégano, louro, sálvia, mostarda e aroma natural de limão. Use Green Salt para cozinhar ou na mesa para adicionar sabor em seus pratos, tais como carnes, frangos, saladas, omeletes, sopas e vegetais. Também existe o green salt com pimenta.
 
Herbes de Provence: o mesmo que ervas de Provence. Pronúncia: provance
 
Hondashi: tempero à base de peixe.
 
Kichk: tempero típico árabe que mistura coalhada e trigo para quibe.
 
Korma: mistura árabe de amêndoas e especiarias.
Laranja (Citrus sinensis):  Sucos, laranjada, doces. Casca como tempero e matéria prima para doces. China.
 
Lima (casca): usar a casca batida com água como refresco. Coar e beber na hora, uma casca de lima por copo. Melhor que a fruta, sem o amargo. A casca dá um doce seco excelente.  Enfeita coquetéis e o sumo da casca confere um toque de sabor diferenciado. Lavar antes de descascar.
 
Limão: está na lista de temperos por ser bom substituto do sal, junto com o vinagre. O mais popular é o galego, usado em caipirinhas, batidas e outros coquetéis. O limão vermelho ou tacho tem sabor mais forte. A casca também é usada como tempero e como especiaria.  Sorvetes, doces, saladas. Vitamina C, ácido cítrico (discretamente anti-séptico), fósforo, magnésio, manganês.
 
Marasquino: é um licor obtido da destilação da cereja marasquino (espécie de cereja amarga). Muito utilizado para aromatizar preparações doces.
 
Ma’ward: água-de-rosas, de origem árabe, que, na medida certa, é capaz de deixar doces e salgados com perfume irresistível.
 
Ma’zahr: essência aromática de flor de laranjeira que serve para perfumar doces e salgados na culinária árabe.
 
Marinada: quando se deixa de molho para doar ou adquirir sabor, como na vinha d’alhos.
 
Missô: massa/pasta de soja fermentada que dá sabor a sopas, conservas, molhos, grelhados, frituras e pratos preparados à mesa (culinária japonesa).
 
Mistura de cinco especiarias: pó perfumado, picante, temperado e levemente adocicado. É uma mistura de anis, pimenta em grão, erva-doce, cravo-da-índia e canela, que pode ser comprada pronta ou preparada em casa (culinária chinesa).
 
Mixed Flakes vegetais: . Flocos vegetais desidratados contendo aipo, cenoura, cebola, pimentão verde e vermelho Sugestão de uso:Sopas, molhos e recheios.
 
Molho bolonhesa ou de Bolonha: É composto por tomilho, manjerona, salsa e louro. Coloque o saquinho em infusão em ensopados; esprema o mesmo no canto da panela para aproveitar o caldo.
 
Molho de ostra: feito de um concentrado de ostras cozidas em molho de soja e água salgada, tem uma coloração marrom-escura e um sabor acentuado. É usado tanto na cozinha quanto à mesa, como tempero.
 
Molho de Soja: Feita a partir de grãos de soja Sugestão de uso: Usado em muitos pratos orientais.
Multas Herbes – Os quatro multas são herbes cebolinho, estragão, cerefólio e salsa. Partes iguais são cortados juntos até a placa em que está a trabalhar mal começa a ficar verde. ervas combinadas (folhas secas trituradas) Descrição: franceses tempero feitas de uma mistura de ervas picadas finamente, geralmente cerefólio, cebolinho, salsa, estragão.Usos: queijo, ovos, peixe, aves
 
Nan pla: molho de peixe tailandês. Poção mágica criada pelos tailandeses para temperar todo tipo de quitute, de carne a fruta. Apesar do tempero tailandês ser muito bom, este não é muito aprovado para o paladar brasileiro (VKaehler).
 
Nan prik: molho de camarão, outro clássico da culinária tailandesa usada em todo tipo de receita.
 
Picles: conserva feita com legumes e/ou verduras conservadas em vinagre aromatizado.
 
Pimenta e Limão:  Uma mistura de pimenta preta e limão desidratado Sugestão de uso: Bom em saladas. Grande com carnes grelhadas, aves, ou frutos do mar.
 
Sal de ervas: partes iguais de: alecrim, manjericão, orégano – desidratados – e sal). Uma sugestão de quantidade para ter o sal de ervas sempre a mão: 1 xícara de café de cada ingrediente, processar e armazenar em pote e deixar sob refrigeração, pois preserva bem o sabor (é o mesmo princípio que utilizamos com o café). (contribuição de Ana Vladia – Depto. Nutrição, UFRN para o Globo Repórter). Ver também a receita de feijão com linhaça e sal de ervas.
 
Quatre épices: mistura de especiarias em pó, de sabor picante. Geralmente é preparada com pimenta-do-reino branca, noz-moscada, cravo-da-índia e canela (termo francês). Mal abrasileirado para catrepis.
 
Quatre épices: mistura de especiarias em pó, de sabor picante. Geralmente é preparada com pimenta-do-reino branca, noz-moscada, cravo-da-índia e canela (termo francês). Mal abrasileirado para catrepis.
Sal com alho: Em sopas, saladas, molhos e patês. Além de frutos do mar, massas, carnes, canapés, torradas e biscoitos.
Sal com cebola: Em sopas de vegetais e em pratos com ovos e queijos.
Sal com ervas: sal, salsinha, cebolinha, estragão, menta e orégano. No tempero de verduras e legumes frescos, usar também o funcho .
Sal com aipo: tempero delicioso em sopas, carnes grelhadas, canapés e aperitivos.
 
Sal defumado: na preparação de grelhados, feijão e molhos.
Sal kosher: é um sal refinado, que é mais grosso do que aterrar o sal de mesa. A sua textura é essencial para certos processos de cozimento, especialmente para a cura e, em esfrega secos.
Sal marinho: feita a partir de água do mar evaporando em baías protegidas, tem o mais puro sabor, mais fresco e pode ser quase duas vezes tão intenso quanto o sal kosher.
Sal temperado: Uma mistura de sal, ervas e especiarias Sugestão de uso : Como uma alternativa para o sal em linha reta ou parte de sal.
Sal: cloreto de sódio. Deve ser evitado ou ter consumo reduzido por hipertensos, pacientes de insuficiência renal. Ajuda a reter água no organismo. – O sal é essencial para a boa cozinha, pois traz os sabores dos alimentos.Basta uma pitada aumenta o sabor de quase tudo, desde um simples tomate fatiado para molhos complexos, sopas, ensopados, e até mesmo doces. Vários sais têm sabores muito diferentes:Vários sais têm sabores muito diferentes:
 
Sal com alho: Em sopas, saladas, molhos e patês. Além de frutos do mar, massas, carnes, canapés, torradas e biscoitos.
 
Sal com cebola: Em sopas de vegetais e em pratos com ovos e queijos.
 
Sal com ervas: sal, salsinha, cebolinha, estragão, menta e orégano. No tempero de verduras e legumes frescos, usar também o funcho .
 
Sal com aipo: tempero delicioso em sopas, carnes grelhadas, canapés e aperitivos.
 
Sal defumado: na preparação de grelhados, feijão e molhos.
 
Sal kosher: é um sal refinado, que é mais grosso do que aterrar o sal de mesa. A sua textura é essencial para certos processos de cozimento, especialmente para a cura e, em esfrega secos.
 
Sal marinho: feita a partir de água do mar evaporando em baías protegidas, tem o mais puro sabor, mais fresco e pode ser quase duas vezes tão intenso quanto o sal kosher.
 
Sal temperado: Uma mistura de sal, ervas e especiarias Sugestão de uso : Como uma alternativa para o sal em linha reta ou parte de sal.
Seafood Tempero: . A mistura de especiarias picantes e ervas savory Sugestão de uso: Em frutos do mar e molhos de peixe, e pratos.
 
Spice mix: Sabor exótico dado pela pimenta branca, erva doce, cravo, canela, coentro, pimenta jamaica, anis, cebola, misturados. Moa em pratos prontos, no momento do consumo.
 
Spice Pumpkin Pie : A mistura de temperos incluindo cravo, canela, gengibre e noz-moscada. Sugestão de uso: tortas de maçã ou de abóbora. Para sobremesas de fruta.
 
Tahine: da culinária árabe, é uma massa feita com sementes de gergelim torradas, para molhos e pastas. É encontrado pronto em lojas de produtos árabes. Ver hams tahine.Pronúncia: “tarrine”.
 
Tempero bahiano: pimenta do reino, cominho, coentro, cúrcuma, pimenta calabresa, orégano e amido. Para peixes, molhos, frango ensopado, camarão e sopas.
 
Tempero italiano: A mistura de ervas e pimentões vermelhos para dar o sabor característico do italiano. Sugestão de uso: molhos italianos, como pizza e espaguete.
 
Tempero italiano: sal, alecrim, salsa, alho desidratado e pimenta-do-reino. Ideal para frangos e carne de porco. E batatas cozidas ou fritas.
Vinha-d’alhos: mistura de vinagre, suco de limão ou vinho e mais uma série de temperos, usada para temperar e amaciar as carnes, peixes e aves. O mesmo que marinada. Mas existem outras marinadas. Obrigatório ter alho, cebola, sal, louro, pimentas.
 
Záhtar: mistura árabe de summac, sementes de gergelim e tomilho seco usada como tempero de salgados. Usado na cobertura do queijo Shanclish. Cobrir queijo branco, ou misturar com azeite para passar no pão. Polvilhar no pão com azeite de oliva, pode tambem ser polvilhado sobre o frango antes de assá-lo.


Zeste: francês para “casca”, a película exterior, lustrosa e colorida da casca de fruta cítrica. Geralmente casca de limão ou laranja cortada muito fino (para aromatizar cremes) ou ralada (para bolos e recheios).


Abaixo você encontra os condimentos que podem utilizados em cada tipo de alimento:

Temperos para saladas (verduras e legumes): 

Aipo, anato, anis, assafétida (no lugar de alho ou cebola, principalmente em dietas Ayurvedas – terapias indianas) alcaparra, alcavaria, alecrim, alho poró, capuchinha, cebilinha, cerefólio, coentro, endro/dill, estragão, erva doce, erva de santa maria, funcho, galanga (batatas), hortelã, kaffir lime, louro, manjerona, manjericão, mostarda (bom no brócolis), nigela (principalmente no vapor), noz moscada (alcachofra, repolho), orégano, paprica, papoula, pimenta rosa, calabresa (bom c/ mandioca), da jamaica, raiz forte, rosmaninho, sal rosa, salsa, salvia, sumagre, tomilho (cogumelo, cebola), zimbro (chucrute)
Temperos para arroz e risotos:
Açafrão da terra (curcuma), açafrão verdadeiro, alfavaca, azeite, alho, cebola, cebolinha, cominho, curry, cravo, galanga, gengibre, gergilim, kaffir lime (com abacaxi), macis (graos), manjericão, urucum, salsa, paprica, pimenta do reino, sumagre (arroz pronto)
Temperos para feijões, ervilha, lentinhas e outras leguminosas: 
assafetida, coentro, cardamono, cominho, curry (grão de bico), erva de santa maria (feijão), louro, segurela, gergilim (feijão verde), kaffir lime (brotos de bambu), kummel, manjericão, manjerona, mostradra (aspargo), hortelã, estragão, alecrim, sálvia (lentilha), zimbro

Temperos para sopas: 
Açafrão verdadeiro, aipo, alecrim, anato, alho poró, canela (canja, de batata doce), cerefólio, coentro (de feijão, lentinha e ervilha), cominho (de legumes, canja, vatapa), curcuma, pimenta da jamaica, cardamono, curry (de grão de bico), endro /dill, erva de santa maria (de feijão), estragão (de carne e macarrão), funcho, galanga (tailandesa e creme de milho verde), hortelã (sopa fria), kaffir lime (de frango, camarão, tailandeza), kummel (bom na sopa de ervilha), macis, manjericão (bom qdo tem tomate), manjerona, mostarda (de cebola), nigela (leves), noz moscada (de queijo, carne, galinha), paprica (de legumes), pimenta clhilli, pimenta da jamaica (de aspargos), pimenta rosa (leves), sal rosa (de aspargos), salsa, salsão, sálvia (de lentilhas), segurela (de peixe, feijão e vegetais), tomilho (de carne),

Temperos para molhos:
Açafrão verdadeiro (de 4 queijos), aipo, alcaparra, alecrim (principalmente molho branco), assafétda (molho inglês), canela (de carnes e aves), cardamono (de peixes e pimentas), pimenta da jamaica, basilicão, cardamono, cebolinha, cerefólio (molho branco, c/ queijos), coentro, urucum, curry (chutneys, molhos indianos), endro/dill (de mostarda), erva doce, erva de santa maria (de pimentas), estragão (tártaro, bearnaise), feno grego (indianos), galanga (a base de coco), gengibre (ao curry), gergilim (c/ iogurte), hortelã, kaffir lime (de pato), kummel (escabeche) louro (para lagosta), macis (bom no de carnes), manjericão, manjerona (queijos, principalmente parmesão), mostarda, nigela (indianos apimentados), noz moscada, orégano, páprica, pimenta branca (bechamel), pimenta calabresa (de churrasco, linguiça), caiena, pimenta chilli, pimenta malagueta, pimenta rosa, raiz forte (molhos japoneses), rosmaninho, sal rosa, salsa, sálvia (vitela, porco), segurelha (molho madeira), sumare (c/ iogurte), tomilho, zimbro (de carnes).

Temperos para massas: 

aipo (panquecas), gengibre, gergilim, mahaleb, manjericão (bom, em lazanhas), gengibre (panqueca palmito), hortelã, mahaleb, nigela, páprica, pimenta branca (panquecas de camarão), pimenta calabresa (macarrão), raiz forte (de pastel), sálvia, sumagre, zimbro (de ravióli)


Temperos para pizza e queijos:

Açafrão, anis (queijo – doces), alecrim, cardamono, cerefólio, coentro, cominho, cravo (quiches), feno grego, galanga (creme de milho verde), gergilim (mussarela de bufala), hortelã (quiches), orégano, manjericão, manjerona, nigela, nóz moscada, pimenta calabresa (bom com parmesão), pimenta da jamaica (quiches), pimenta rosa (queijo branco), sumagre

Temperos para ovos:

Alecrim, açafrão, anato, baunilha fava (doce), canela, cardamono, estragão, louro, hortelã, orégano, aipo marrom ou sal de aipo, cerefóliio (ou cerefolho), coentro, cominho, estragão (maionese), feno grego, funcho (maionese), kummel (c/ carne), macis (sufle), manjericão, manjerona, mostarda, orégano, pimenta branca, raiz forte (com presunto), salsa, sálvia, segurelha, tomilho, zimbro

Temperos para ensopados:
Aipo, alecrim, alho poró, pimenta da jamaica, cravo, louro, manjerona, páprica,
Temperos para maionese:
Aipo, alho, cebola, cebolinha, cominho, cúrcuma, mostarda, orégano, manjerona, pimenta malagueta, sal, salsinha, mahaleb, pimenta rosa
 Temperos para antepastos, patês:
Açafrão (com queijos), aipo, alcaparra, alecrim, alho, alho poró, anato, assafétida (conservas),  cebola, cerefólio (c/ queijo e tomate), curry (c/ quijo e beringela), louro, feno grego (conservas), kaffir lime (leite de coco, curry), kummel (c/ queijo), manjericão, manjerona, mostarda, hortelã, orégano, sal, pimenta branca (conservas), pimenta do reino, pimenta da jamaica (também conservas), salsa, sálvia (de queijo), sumagre (conservas c/ cebola), tomilho
Também pode-se usar pinhão, tomate, pimentão, pimenta calabresa,

Temperos para canapés:
Aipo, alho, cebola, endro, erva de santa maria, gengibre, gergillim (tahini), mostarda, páprica, sal, salsa, pimenta, tomate, pimenta rosa, raiz forte, salsa, sumagre

Temperos para picles:
Aipo, capuchinha, cardamono, cominho, cúrcuma, endro / dill, erva doce, estragão, gengibre, mostarda, nigela, pimenta branca,  pimenta calabresa, pimenta da jamaica,
Temperos para assados:
Aipo, cardamono, cerefólio (cerefolho), louro, majericão, pimenta malagueta, raiz forte, salsa, tomilho,
Temperos para cozidos:
Aipo, alcavária (salada), estragão (carnes), orégano (cozidos), salsa (batata), salsão
Temperos para peixes:
Tanto a posta quanto o peixe inteiro devem ser preparados do mesmo jeito. No caso do peixe inteiro, não se esquecer de temperar a parte de dentro. A melhor forma de usar as ervas é preparar um caldo batido no liquidificador. Lambuze as postas ou filés com o tempero e deixe descansar por uma hora antes de preparar a refeição.
Não deixar o peixe – principamente os mais moles – de molho por muito tempo no tempero, e sim pincelar a carne com os ingredientes – deixe marinar no mínimo por 35 a 45 minutos:
. Açafrão verdadeiro, alecrim, aipo, alfavaca, alho, assafétida (c/ curry), baunília fava (salmão), cardamono, cebola, cebolinha, cerefólio, cominho, coentro, curry, endro /dill (bom no salmão), erva de santa maria (bom no salmão), estragão (bom no atum), feno grego, funcho, galanga, louro, manjericão, manjerona, modarda, louro, manjerona, noz moscada, orégano, pimenta do reino, pimenta calabresa, pimenta da jamaica, pimenta rosa, raiz forte, sal rosa, sal, salsa, sálvia, segurelha, sumagre,  tomilho
. pode-se usar também: castanhas (do Para) raladas, cravo, hortelã, pimenta dedo de moça, pimenta caiena, gengibre, gergelim branco (bom com pescada) e preto, erva doce, funcho (robalo), shoyu e vinho branco, leite de coco, anis estrelado, erva doce, macis (dourada), maracuja, alfavaca, alcaparra,
. limão ou lima da pérsia (assim como vinagre, ajuda a dar consistência, deixando a carne mais firme, já que alguns tipos de peixes podem se desmanchar após serem cortados),
. azeite extra virgem (de preferência o azeite deve ser primeira prensagem a frio e menos de 0,5 de acidez),
Temperos para frutos do mar:
Alcaparra, açafrão verdadeiro, aipo, anato, anis, canela, cardamono, cerefólio, coentro, cravo, cúrcuma, curry, erva doce, feno grego, galanga, gengibre (bom com camarão), hortelã (bom no camarão), kaffir lime, kummel (arroz de braga), louro, manjericão, mostarda, nigela (bom em lulas), orégano, páprica, pimenta chilli, pimenta branca, pimenta rosa, pimenta calabresa, sal rosa, zimbro
Temperos para carnes em geral:
Aipo, alcaparra, alecrim, alfavaca, pimenta da Jamaica, basilicao, coentro, orucum, cominho, curru, endro / dill, gengibre (carne moída), hortlelã, majericão, manjerona, mostarda, noz moscada, orégano,pimenta do reino, pimenta chilli, pimenta da Jamaica, rosmaninho, salsa, segurela, tomilho, zimbro
Temperos para carne de porco (carne suína):
Deixe marinar por mais de 12 horas
– aipo, alecrim, alho, baunilha fava, cardamono, cebola, cravo, caril, estragão, funcho (bom em salsichas), galanga, hortelã, laranja, limão, louro, macis, manjericão, manjerona, mostarda, noz-moscada, pimenta cumari, pimenta-do-reino, pimenta da jamaica, sal,  sálvia, tomilho, salsa, tomilho, segurela, zimbro,
– também pode-se usar anis, alcaparra, canela, coentro, pimenta chilli, rosmaninho, macis, vinho tinto seco, azeitona, pimentão,
Temperos para carne de boi (carne bovina):
Aipo, cardamono (fígado), cerefólio (bom c/ fígado), cominho, curry, gengibre, manjerona, estragão, feno grego, gergelim, kummel (almondegas), hortelã (hamburguer), sal, pimenta-do-reino preta, alecrim, manjericão e orégano, páprica, pimenta do reino, branca, pimenta da jamaica, pimenta chilli, zimbro, rosmaninho, sumagre (bom c/ kebab), segurelha (bom no hamburger), sálvia (quando tem gordura), salsa, sal rosa, raiz forte, pimenta calabresa, vinho tinto seco, alho, cebola,
Temperos para carne de carneiro e outras: 
Alecrim, basilicão, cominho, erva de santa maria (burritos nachos), gengibre, kummel, hortelã, páprica, tomilho (coelho), mostarda (vitela)
Temperos para aves em geral:
Aipo, alecrim, anis (pato), cardamono, coentro, cominho, cravo (pato), curry, endro (pato), kaffir lime, gengibre, macis, mostarda granulada, orégano, pimenta chilli, sálvia (pato), tomilho, segurelha, salsa,
Temperos para carne para frango:
açafrão verdadeiro, alecrim, anato, anis, assafétida, coentro, cominho, cúrcuma, curry,  galamga, hortelã, kaffir lime, louro, nigela, noz moscada, orégano, paprica, pimenta-do-reino branca, calabresa, alho, cebola, pimenta chilli, sal, salsa, sálvia, segurela, vinho branco seco, anis, zimbro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *